BR232
Várzea do Canal São Gonçalo


Country/territory: Brazil

IBA Criteria met: A1, A2, A3 (2008)
For more information about IBA criteria please click here

Area: 70,000 ha

Protection status:

SAVE Brasil

Site description
Ligação natural entre a laguna dos Patos e a lagoa Mirim, o canal São Gonçalo percorre ao longo de seus cerca de 75 km uma ampla várzea formada por terrenos sedimentares relativamente jovens. Em sua maior parte, essa várzea é delimitada por uma barreira de sedimentos mais antigos, de idade pleistocênica, que não está sob a influência do regime de inundações periódicas do canal. Campos inundáveis e banhados com diferentes fisionomias, desde aqueles caracterizados por amplos espelhos d’água até os constituídos por espessas turfeiras e densa cobertura vegetal, dominam a paisagem local, a qual é marcada aqui e ali por capões de mata palustre ou psamófila. Junto à barreira pleistocênica desenvolvemse, em muitos trechos, longos cordões de mata, que localmente dão lugar a dunas fósseis de considerável altura. A Várzea do Canal São Gonçalo engloba o segmento final da mata de galeria do rio Piratini, o maior e mais caudaloso curso d’água que deságua nesse canal, e também inclui duas lagoas razoavelmente extensas, Formosa e do Fragata. A salinização temporária de grande parte das águas do canal São Gonçalo e da lagoa Mirim, fenômeno anteriormente regular durante o verão, é impedida por uma eclusa construída nas imediações da cidade de Pelotas.

Key biodiversity
Levantamentos ornitológicos conduzidos em diferentes localidades, cujos resultados encontram-se apenas parcialmente divulgados, apontam a ocorrência de cerca de 260 espécies de aves na área. A diversidade de ambientes límnicos é res- ponsável pela presença de um elevado número de espécies de aves de áreas úmidas, destacando-se alguns grupos como Ardeidae (11 espécies), Anatidae (16 espécies) e Rallidae (14 espécies), assim como a excepcional representatividade de passeriformes paludícolas das famílias Furnariidae (6 espécies), Tyrannidae (7 espécies) e Icteridae (5 espécies). Várias espécies florestais, inclusive algumas endêmicas da Mata Atlântica, ocorrem especialmente ao longo do baixo curso do rio Piratini, alcançando marginalmente a várzea do canal São Gonçalo. A área abriga populações expressivas de Limnornis curvirostris (junqueiro-de-bicocurvo) e Cranioleuca sulphurifera (arredio- de-papo-manchado), dois endemismos do Pampa presentes em apenas outras cinco IBAs brasileiras. Gubernatrix cristata (cardeal-amarelo), conhecido para a extremidade sul dessa área através de um espécime coletado na década de 1930, parece estar extinto, não só localmente mas também em toda a planície costeira do Rio Grande do Sul. As duas espécies ameaçadas atualmente presentes, Xolmis dominicanus (noivinhade- rabo-preto) e Sporophila palustris (caboclinho- de-papo-branco), contam com registros apenas para os extremos norte e sul da área, que correspondem aos setores melhor explorados ornitologicamente, mas devem ocorrer também em trechos intermediários com hábitat adequado.


Recommended citation
BirdLife International (2020) Important Bird Areas factsheet: Várzea do Canal São Gonçalo. Downloaded from http://www.birdlife.org on 26/09/2020.