BR159
Sooretama / Linhares


Year of compilation: 2005

Site description
Situadas no centro-leste do Espírito Santo, ao norte do rio Doce, as reservas de Sooretama e Linhares formam juntas a maior área de floresta natural contínua existente em território capixaba e figuram entre os mais importantes remanescentes de mata de baixada da zona de tabuleiros costeiros entre o sul da Bahia e o norte do Rio de Janeiro (subcentro de endemismo Rio Doce) A vegetação predominante nas reservas é a floresta alta de terra firme ("hiléia baiana"), cujo dossel atinge até 40 m de altura. Em Linhares, essa formação florestal é caracterizada pela alta diversidade florística e grande quantidade de lianas lenhosas, predominando árvores das famílias Leguminosae, Myrtaceae, Sapotaceae, Bignoniaceae, Lauraceae, Hippocrateaceae e Euphorbiaceae. Cerca de 40% das árvores perdem suas folhas durante o inverno devido à estação seca prolongada, de modo que a mata é parcialmente decídua. Outros tipos de vegetação encontrados nas reservas são as florestas de várzea, as mussunungas (matas de menor porte que acompanham cordões de solo arenoso) e as restingas arbustivas. Parte da vegetação já sofreu corte seletivo ou é secundária, especialmente em Sooretama. As reservas são cercadas por pastagens, extensas plantações de eucalipto e áreas de cultivo, principalmente cafezais. O clima da região é quente e úmido, com precipitação anual média de 1.400 mm.

Key biodiversity
A área é visitada com regularidade por ornitólogos e observadores de aves, tendo sua avifauna relativamente bem conhecida. Cerca de 286 espécies já foram registradas em Sooretama e 369 em Linhares. As únicas aves consideradas extintas na região são Pipile jacutinga (jacutinga) e Ara chloropterus (arara-vermelha- grande). O número de espécies ameaçadas presentes nas reservas é o mais alto entre todas as IBAs identificadas na região da Mata Atlântica, só sendo igualado pela área Guaraqueçaba/Jacupiranga/ Cananéia (PR/SP01), cuja superfície, entretanto, é dez vezes maior. A área resguarda a maior e mais bem protegida população de Crax blumenbachii (mutumde- bico-vermelho) existente em liberda- Tede, estimada em c.160 aves, assim como a maior população conhecida do periquito Pyrrhura cruentata (tiriba-grande). Atualmente, Sooretama e Linhares também apresentam importância crítica para a conservação de Cotinga maculata (crejoá). O conjunto de espécies endêmicas da Mata Atlântica que habita as reservas é representativo do subcentro Rio Doce e qualifica a área pelo critério A3.

Pressure/threats to key biodiversity
Há um risco constante de incêndios florestais, que atingem as reservas a partir das propriedades vizinhas. No final da década de 1990, um grande incêndio destruiu 20% da floresta em Sooretama. Outras ameaças incluem a extração ilegal de madeira, a caça e a captura de psitacídeos para o comércio ilegal de fauna silvestre.


Recommended citation
BirdLife International (2019) Important Bird Areas factsheet: Sooretama / Linhares. Downloaded from http://www.birdlife.org on 24/04/2019.