BR073
Serra Negra (Floresta)


Year of compilation: 2005

Site description
A Serra Negra é um pequeno platô ou tabuleiro isolado (“inselberg”) que se eleva na divisa dos municípios de Inajá e Floresta, no Sertão pernambucano. Seu topo mede cerca de 800 m de largura por 3.000 m de comprimento. A área é um brejo de altitude, ao redor do qual predomina a vegetação de caatinga. A floresta existente no topo da serra é densa e úmida devido à precipitação orográfica, com árvores que atingem até 35 m de altura; florestas de transição, de dossel mais baixo e relativamente aberto, recobrem as encostas adjacentes (especialmente a escarpa meridional da serra), onde a umidade é menor. A R. B. de Serra Negra é a mais antiga unidade de conservação de sua categoria no Brasil, tendo sido criada em 1950.

Key biodiversity
Talvez devido ao seu isolamento em relação a outros brejos de altitude, a Serra Negra abriga poucos endemismos da Mata Atlântica nordestina, destacando-se, porém, a ocorrência de Pyrrhura griseipectus (tiriba-de-peito-cinza), psitacídeo extremamente ameaçado presentemente conhecido com segurança de apenas uma localidade adicional no Ceará. Por outro lado, a área é rica em espécies endêmicas do bioma Caatinga, que localmente restringem-se às partes mais baixas da serra.

Pressure/threats to key biodiversity
Apesar de ser uma unidade de conservação pública, a reserva encontra-se entregue à ação de caçadores e à depredação ambiental por falta de infra-estrutura e fiscalização ineficiente. As ameaças mais comuns são a caça, desmatamento para plantio de frutíferas, corte de árvores, deposição de lixo, saque de plantas ornamentais e entrada de gado doméstico. A área também sofreu invasão por grupos indígenas.


Recommended citation
BirdLife International (2022) Important Bird Areas factsheet: Serra Negra (Floresta). Downloaded from http://www.birdlife.org on 03/12/2022.