BR142
Serra do Cipó


Country/territory: Brazil

IBA Criteria met: A1, A2, A3 (2008)
For more information about IBA criteria please click here

Area: 50,000 ha

Protection status:

SAVE Brasil

Site description
Essa área inclui o Parque Nacional da Serra do Cipó e localidades vizinhas situadas acima da cota de 1.000 m, entre elas Ribeirão do Campo (em Conceição do Mato Dentro) e Alto da Boa Vista (Santana do Riacho). Tal como outras áreas da porção meridional da Cadeia do Espinhaço (p.ex., a Serra do Caraça, MG14), a Serra do Cipó situa-se na faixa de transição entre os domínios do Cerrado e da Mata Atlântica, suportando uma grande variedade de hábitats. A floresta atlântica é a formação predominante na vertente leste da serra, entre 800 e 1.000 m de altitude, ao passo que a vertente oposta, nessa mesma faixa altitudinal, é recoberta por cerrados. Entre 1.000 e 1.300 m, em ambas as vertentes, predomina a vegetação típica de campo rupestre, corta- da por estreitas matas ripárias. Acima dessa faixa altitudinal, onde estão ausentes os afloramentos rochosos que caracterizam os campos rupestres, um amplo campo aberto e úmido abre-se sobre o platô da serra; áreas brejosas, trechos limitados de campo rupestre, estreitas matas ripárias e pequenas manchas naturais de floresta completam a paisagem nesse setor. Os campos rupestres da região, em particular, concentram um elevado número de plantas endêmicas da Cadeia do Espinhaço, várias delas inteiramente restritas à Serra do Cipó. Na base da serra são encontrados pequenos lagos, áreas palustres e ambientes antrópicos (plantações e pastagens). A temperatura média anual varia de 17 a 18,5°C e a precipitação pluviométrica oscila entre 1.450 e 1.850 mm ao ano.

Key biodiversity
A Serra do Cipó tem sido alvo da atenção de ornitólogos e observadores de aves há mais de uma década e foi palco da descoberta, em 1985, de uma das aves endêmicas mais notáveis da Cadeia do Espinhaço, Asthenes luizae (lenheiro-daserra- do-cipó). Esse furnarídeo permaneceu por vários anos conhecido apenas de Alto da Boa Vista (localidade-tipo), situada imediatamente a noroeste do parque nacional, mas foi posteriormente registrado dentro da unidade de conservação e em Ribeirão do Campo, bem como em outros setores da Cadeia do Espinhaço. Um inventário ornitológico recente detectou a presença de 273 espécies na Serra do Cipó. Essa área, juntamente com a Serra do Caraça, concentra o maior número de espécies representativas da EBA073 (Serras e Chapadas do Brasil Central) entre todas as IBAs identificadas. A Serra do Cipó também abriga o segundo maior conjunto de espécies endêmicas do Cerrado entre as IBAs na região da Mata Atlântica, ficando atrás apenas da Serra da Canastra (MG15). Duas aves ameaçadas mencionadas para a região, Leucopternis lacernulatus (gavião-pombo- pequeno) e Lipaugus lanioides (tropeiro- da-serra), não foram registradas durante levantamentos recentes na área, podendo estar localmente extintas. A espécie do gênero Scytalopus presente na Serra do Cipó, equivocadamente relacionada a S. novacapitalis em algumas fontes4,9, aparentemente representa um táxon ainda não descrito, que ocorre também em outras localidades da Cadeia do Espinhaço, como a Serra do Caraça e a Serra da Piedade.


Recommended citation
BirdLife International (2020) Important Bird Areas factsheet: Serra do Cipó. Downloaded from http://www.birdlife.org on 03/12/2020.