BR002
Savanas do Rio Cotingo


Country/territory: Brazil

IBA Criteria met: A1, A2 (2009)
For more information about IBA criteria please click here

Area: 1,499,454 ha

SAVE Brasil
Most recent IBA monitoring assessment
Year of assessment Threat score (pressure) Condition score (state) Action score (response)
2008 very high not assessed not assessed
For more information about IBA monitoring please click here


Site description
Essa área corresponde basicamente aos limites da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, excluindose os territórios ao norte situados acima da cota altitudinal de 900 m, que fazem parte da IBA Tepuis de Roraima (RR01). Compreende principalmente as savanas sobre solos pedregosos existentes imediatamente ao sul do Parque Nacional do Monte Roraima. Essas formações são classificadas como savana estépica e constituem a fisionomia predominante em toda a área. Uma série de manchas de floresta ombrófila densa montana (nos extremos leste e norte da área) e submontana, com a presença de florestas de galeria, estabelecem várias zonas de contato entre savanas e florestas. O clima da região caracterizase pela ocorrência de um período seco entre dezembro e março, com pluviosidade anual entre 1.000 e 1.500 mm.

Key biodiversity
As savanas que se estendem do sopé das áreas elevadas do P. N. do Monte Roraima até o centro-sul do estado abrigam diversas espécies amazônicas típicas dessa fisionomia. Em território brasileiro, apenas uma restringese às savanas da bacia do rio Cotingo, o tiranídeo Atalotriccus pilaris (maria-de-olho-claro) Estão presentes três espécies endêmicas das savanas de Roraima/Rupununi: Aratinga solstitialis (jandaia-amarela), Synallaxis kollari (joão-de-barba-grisalha) e Campylorhynchus griseus (garrincha-dos-lhanos) A IBA engloba toda a distribuição conhecida de A. solstitialis no Brasil. Esse psitacídeo raro tem população global estimada em, no máximo, 1.000 indivíduos Lepidocolaptes souleyetii (arapaçu-listrado) e Euphonia finschi (gaturamo-capim), registradas na área, são espécies que, no Brasil, têm distribuição restrita às formações de savana de Roraima Há uma boa população de Polystictus pectoralis (papa-moscas-canela) na região, distribuída por toda a área de savanas A IBA representa também um importante sítio para Synallaxis kollari, que habita as comunidades vegetais ribeirinhas dos rios Surumu e Tacutu Já Cercomacra carbonaria (chororó-do-rio-branco) está presente apenas em hábitats apropriados ao longo do rio Tacutu A região foi muito pouco amostrada e tem potencial para abrigar espécies ainda não registradas em território brasileiro, como, por exemplo, o fringilídeo ameaçado Carduelis cucullata, conhecido de localidades da Guiana bem próximas à divisa com o Brasil.


Recommended citation
BirdLife International (2022) Important Bird Areas factsheet: Savanas do Rio Cotingo. Downloaded from http://www.birdlife.org on 26/06/2022.