BR156
Rios Negro e Aquidauana


Country/territory: Brazil

IBA Criteria met: A1, A3 (2008)
For more information about IBA criteria please click here

Area: 287,852 ha

Protection status:

SAVE Brasil

Site description
Os rios Negro e Aquidauana representam as principais drenagens dentro dessa IBA, situada nas sub-regiões pantaneiras denominadas Nhecolândia, Abobral, Miranda e Aquidauana. A vegetação compõese de um mosaico de diferentes formações de savanas, incluindo a savana arborizada, a florestada e, principalmente, a gramíneolenhosa. De acordo com estudos realizados na RPPN Dona Aracy, as espécies de gramíneas mais representativas nos campos limpos incluem Axonopus purpusii, Mesosetum spp., Paspalum spp. e Panicum spp.. Já nos campos sujos destacamse os caronais, comunidades vegetais dominadas pela gramínea Elyonurus muticus. Na paisagem há também áreas alteradas, sobretudo pastagens exóticas, e fisionomias vegetais pioneiras influenciadas pelo regime das cheias, onde pode ser encontrada Tabebuia heptaphylla. Os índices pluviométricos regionais atingem cerca de 1.100 mm anuais, com chuvas concentradas entre outubro e março.

Key biodiversity
Essa área é a que abriga o maior número de espécies endêmicas em toda a planície pantaneira. São 17 endemismos do Cerrado, incluindo os quase ameaçados Amazona xanthops (papagaio-galego), Charitospiza eucosma (mineirinho) e Neothraupis fasciata (cigarra-do-campo), e seis do Chaco: Ortalis canicollis (aracuã-do-pantanal), Pyrrhura devillei (tiriba-fogo), Phaethornis subochraceus (rabo-branco-de-barriga-fulva), Campephilus leucopogon (pica-pau-de-barriga-preta), Cercomacra melanaria (chororó-do-pantanal) e Xiphocolaptes major (arapaçu-do-campo). Estudos realizados recentemente na Fazenda Rio Negro, no noroeste da área, resultaram no primeiro registro do ameaçado Alectrurus tricolor (galito) no Pantanal, e também levaram à constatação de diversas espécies de Sporophila, como o ameaçado S. nigrorufa (caboclinho-dosertão) e o quase ameaçada S. hypochroma (caboclinho-de-sobre-ferrugem). Na mesma fazenda foram observadas outras espécies de grande interesse conservacionista, como um casal de Harpyhaliaetus coronatus (águia-cinzenta) e Falco deiroleucus (falcão-de-peito-laranja), espécie rara e nacionalmente ameaçada. Assim como grande parte do Pantanal, a região recebe um número significativo de aves migratórias entre junho e setembro. Um importante registro nas área de campo foi o do raríssimo ralídeo Coturnicops notatus (pinto-d'água-carijó), encontrado durante a estação seca na região do Rio Negro. A existência de RPPNs e pousadas que exploram a atividade de observação de aves, como a Fazenda Caiman e a Pousada Aguapé, contribui constantemente para a atualização da lista de aves da região, assim como para a conservação dos hábitats da avifauna em geral.


Recommended citation
BirdLife International (2018) Important Bird Areas factsheet: Rios Negro e Aquidauana. Downloaded from http://www.birdlife.org on 22/01/2018.