BR147
Ouro Preto / Mariana


Year of compilation: 2005

Site description
Essa área engloba um expressivo conjunto de extensos remanescentes florestais, em grande parte ainda contíguos, que revestem as serras à volta das cidades de Mariana e Ouro Preto, no limite sul da Cadeia do Espinhaço. As matas da região, de caráter semidecidual, compreendem formações montanas e ciliares, sendo localmente substituídas por campos limpos ou sujos. Em setores de maior altitude, como na área do Pico do Itacolomi, existem campos rupestres típicos.

Key biodiversity
Mais de 190 espécies de aves já foram registradas no Parque Estadual do Itacolomi, uma das duas unidades de conservação existentes na área. A julgar pela extensão de hábitats preservados, as serras de Ouro Preto e Mariana apresentam grande potencial para abrigar populações significativas de várias espécies de interesse, como os quase ameaçados Phibalura flavirostris (tesourinha-do-mato) e Lipaugus lanioides (tropeiro-da-serra). Quatro das sete espécies de distribuição restrita que definem a EBA073 (Serras e Chapadas do Brasil Central) são mencionadas para a área, sendo duas delas, Augastes scutatus (beija-florde- gravata-verde) e Scytalopus sp. (tapaculo), conhecidas de menos de seis IBAs.

Pressure/threats to key biodiversity
A mineração em escala industrial é uma atividade comum em diversos setores da região, sendo uma ameaça importante aos ambientes preservados da área.


Recommended citation
BirdLife International (2022) Important Bird Areas factsheet: Ouro Preto / Mariana. Downloaded from http://www.birdlife.org on 25/09/2022.