BR114
Estação Veracruz


Country/territory: Brazil

IBA Criteria met: A1 (2008)
For more information about IBA criteria please click here

Area: 7,214 ha

Protection status:

SAVE Brasil

Site description
Essa área inclui duas reservas florestais contíguas no sul da Bahia, que juntas formam um bloco florestal com cerca de 6.600 ha, situado logo ao norte de Porto Seguro. A Estação Veracruz, antes reserva florestal da Floresta Rio Doce S.A., foi criada em 1994 e reconhecida pelo IBAMA como RPPN em 1998. Quase 80% de sua área são cobertos por mata primária, classificada como floresta ombrófila densa de terras baixas. Em trechos de solos arenosos hidromórficos desenvolve- se uma vegetação de porte mais baixo, conhecida como “mussununga”. As florestas primárias situadas sobre os tabuleiros costeiros e nos vales que os entrecortam caracterizam-se por apresentar vários estratos (andares) e dossel com altura superior a 35 m. Algumas árvores típicas dessas florestas são Caesalpinia echinata (pau-brasil), Dalbergia nigra (jacarandá- da-bahia), Manilkara longifolia (parajú), M. brasiliensis (massaranduba), Arapatiella psilophylla (arapati), Bombax macrophyllum (imbiruçu), Virola bicuhyba (bicuíba), Parkia pendula (juerana-vermelha), Hymenaea rubriflora (jatobá) e Alchornea iricurana (licurana). A outra reserva é a Estação Ecológica do Pau Brasil, antiga Estação Experimental Pau Brasil, pertencente à Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC). Essa área não deve ser confundida com o Parque Nacional do Pau Brasil (BA27), situado poucos quilômetros ao sul. O clima da região é chuvoso e quente, com temperatura média anual de 22,9°C. Dados obtidos na E. E. do Pau Brasil indicam um índice pluviométrico de 1.797 mm anuais, sendo julho, setembro e outubro os meses mais chuvosos (todos com precipitação superior a 200 mm).

Key biodiversity
Por ser uma das áreas de mata de tabuleiro em melhor estado de conservação no sul da Bahia, a Estação Veracruz e florestas vizinhas protegem populações significativas da grande maioria das aves ameaçadas mais características dessa porção da Mata Atlântica, como os psitacídeos Pyrrhura cruentata (tiriba-grande ou furamato) e Amazona rhodocorytha (chauá) e os cotingídeos Xipholena atropurpurea (anambéde- asa-branca) e Cotinga maculata (crejoá). As únicas espécies tidas como extintas na área são Ara chloroptera (arara-vermelha), Neomorphus geoffroyi (jacu-estalo), Pipile jacutinga (jacutinga) e Crax blumenbachii (mutum-de-bico-vermelho). Este último teria sido avistado na E. E. do Pau Brasil em 1998, enquanto diversas linhas de evidência indicam que também Harpia harpyja (gavião-real) está presente nas matas da região. Um levantamento preliminar, ainda não publicado, acusou a ocorrência de 207 espécies de aves na Estação Veracruz.


Recommended citation
BirdLife International (2019) Important Bird Areas factsheet: Estação Veracruz. Downloaded from http://www.birdlife.org on 27/06/2019.