BR166
Complexo Pedra Azul / Forno Grande


Country/territory: Brazil

IBA Criteria met: A1, A2, A3 (2008)
For more information about IBA criteria please click here

Area: 10,000 ha

Protection status:

SAVE Brasil
Most recent IBA monitoring assessment
Year of assessment Threat score (pressure) Condition score (state) Action score (response)
2017 high not assessed low
For more information about IBA monitoring please click here


Site description
O Parque Estadual da Pedra Azul situase aproximadamente a meio caminho entre a Fazenda Pindobas IV (ES04) e as encostas da região de Domingos Martins (ES05). Juntamente com o Parque Estadual de Forno Grande (a sudoeste) e os importantes remanescentes de floresta primária existentes nas propriedades vizinhas, compõe uma das maiores manchas florestais razoavelmente contínuas em todo o sul do Espírito Santo. Fora das áreas oficialmente protegidas, destacam-se por sua extensão a mata inídos Bellon, de aproximadamente 500 ha, e a mata dos Caetés, na Fazenda Monte Verde, que se estende dos 900 aos 1.200 m de altitude e forma um grande bloco florestal entre os Parques Estaduais da Pedra Azul e Forno Grande, com pelo menos 2.000 ha. As principais formações vegetais encontradas na área são a floresta ombrófila densa montana e altomontana (mata de neblina) e os campos de altitude. A mata varia entre 5 e 20 m de altura, sendo rica em epífitas, musgos e líquens. Os campos de altitude estão presentes no topo da Pedra Azul (1.822 m), da Pedra das Flores (1.909 m) e de outras formações rochosas de granito e gnaisse dispersas pela região. Nesses ambientes singulares, é característica a presença de Baccharis sp., Sinningia magnifica e Tibouchina sp. , além de brenhas do bambu Chusquea.

Key biodiversity
Em um breve levantamento realizado no P. E. da Pedra Azul e arredores em outubro de 1996 foram identificadas 204 espécies, que incluem endemismos tipicamente montícolas do sudeste do Brasil, como Scytalopus speluncae (tapaculopreto) e Drymophila genei (choquinha-daserra), além de vários cotingídeos sensíveis à fragmentação e perturbação do hábitat, cuja presença reflete a qualidade das florestas da região. O mais notável achado na área, contudo, é o de uma nova população de Nemosia rourei (saíra-apunhalada), recentemente descoberta na mata dos Caetés. Essa espécie criticamente ameaçada, que até pouco tempo atrás se acreditava estar extinta, tem sido encontrada com regularidade apenas na presente área e na Fazenda Pindobas IV (ES04), 35 km a noroeste.


Recommended citation
BirdLife International (2019) Important Bird Areas factsheet: Complexo Pedra Azul / Forno Grande. Downloaded from http://www.birdlife.org on 16/07/2019.