BR014
Baixo Rio Xingu


Country/territory: Brazil

IBA Criteria met: A1 (2009)
For more information about IBA criteria please click here

Area: 622,266 ha

SAVE Brasil
Most recent IBA monitoring assessment
Year of assessment Threat score (pressure) Condition score (state) Action score (response)
2008 high not assessed not assessed
For more information about IBA monitoring please click here


Site description
A área situase à margem direita do rio Xingu, junto à grande curva que esse rio descreve a cerca de 200 km de sua foz no rio Amazonas, conhecida como "Volta Grande do Xingu". As Terras Indígenas Koatinemo e Trincheira Bacajá, que apresentam maciços florestais bem preservados, definem o limite sul da IBA, enquanto o rio Bacajá representa parte do seu limite leste. Na margem esquerda do rio Xingu está localizada a cidade de Altamira. A média pluviométrica da região é de aproximadamente 2.000 mm anuais. A área caracterizase pela dominância de florestas ombrófilas abertas submontanas, com grande presença de cipós e palmeiras em praticamente toda a sua extensão.

Key biodiversity
Há na região uma importante população amazônica de Anodorhynchus hyacinthinus (arara-azul-grande). Apesar de não haver estudos locais sobre a espécie, levantamentos preliminares registraram alguns bandos com certa freqüência, inclusive em ambientes relativamente alterados junto à Volta Grande e às margens do Xingu Outro psitacídeo ameaçado que habita as florestas da região é Guarouba guarouba (ararajuba) O registro documentado de Neomorphus squamiger (jacu-estalo-escamoso) representa um dos poucos no país dessa espécie ainda mal conhecida. Os aglomerados de taquaras abrigam espécies associadas a essas formações, como Simoxenops ucayalae (limpa-folha-de-bico-virado) As duas últimas espécies representam endemismos notáveis da Amazônia Sul. Também ainda pouco conhecidos, ocorrem na área Synallaxis cherriei (puruchém) e Taeniotriccus andrei (maria-bonita)


Recommended citation
BirdLife International (2022) Important Bird Areas factsheet: Baixo Rio Xingu. Downloaded from http://www.birdlife.org on 17/08/2022.