BR213
Baía da Babitonga


Year of compilation: 2005

Site description
A Baía da Babitonga, ou de São Francisco do Sul, situa-se no litoral norte de Santa Catarina. Ao longo do trecho inferior do rio Palmital e na extensa planície costeira ao norte da baía, em direção à divisa com o Paraná, existem importantes remanescentes ainda bem preservados de Mata Atlântica de baixada, vegetação de restinga e ambientes alagados sob influência fluviomarinha (brejos e mangues). A área inclui o fundo da Baía da Babitonga, nos municípios de Guaruva e São Francisco do Sul, e estende-se a leste, até a RPPN Volta Velha (também chamada "Ponta Velha" em algumas fontes), e a nordeste, através de uma pequena serra litorânea isolada, até a foz dos rios Saí- Mirim e Saí-Guaçu, incorporando os remanescentes florestais às margens desses cursos-d’água. A área é contígua à IBA APA de Guaratuba (PR12), que cobre a porção adjacente do território paranaense.

Key biodiversity
O fundo da Baía da Babitonga e o trecho final do rio Itapocu, a cerca de 45 km ao sul, abrigam as populações mais austrais de Stymphalornis acutirostris (bicudinhodo- brejo), papa-formigas ameaçado restrito aos brejos litorâneos do Paraná e norte de Santa Catarina, descrito apenas em 1995. Na RPPN Volta Velha, foram registradas recentemente várias espécies ameaçadas típicas ou exclusivas das florestas de planície, destacandose Hemitriccus kaempferi (maria-catarinense), atualmente conhecido de apenas três áreas em Santa Catarina e extremo sul do Paraná. Esta também é a única área com registros recentes de Dryocopus galeatus (pica-pau-de-cara-canela) em território catarinense.

Pressure/threats to key biodiversity
Expansão urbana, loteamentos com objetivos turísticos, efluentes industriais e domésticos, derrames de petróleo e atividades portuárias.


Recommended citation
BirdLife International (2020) Important Bird Areas factsheet: Baía da Babitonga. Downloaded from http://www.birdlife.org on 19/09/2020.