BR233
Banhado do Maçarico e Cordões Litorâneos Adjacentes


Year of compilation: 2005

Site description
Essa ampla área úmida é formada por banhados e campos litorâneos dispostos alternamente sob a forma de longas e estreitas faixas paralelas (cordões), configuradas pelas microoscilações do nível do mar durante a fase de regressão marinha holocênica. Situase entre a costa oceânica e os terrenos mais elevados da planície costeira, de idade pleistocênica. A faixa palustre localizada junto à barreira, mais antiga do que aquelas situadas mais a leste, constitui o banhado do Maçarico propriamente dito, sendo caracterizada por uma turfeira espessa densamente coberta por vegetação palustre emergente (especialmente ciperáceas e gramíneas) e esparsas manchas de floresta paludosa. As faixas subseqüentes de banhado apresentam fisionomia diferenciada, com cobertura vegetal menos densa e diversificada. Áreas relativamente restritas com águas abertas também estão presentes. Essa área situase imediatamente ao norte da Estação Ecológica do Taim (RS12) e ao sul do estuário da laguna dos Patos (RS09), onde está localizada a cidade de Rio Grande.

Key biodiversity
Um inventário preliminar registrou a presença de pelo menos 170 espécies de aves nessa área. Em sua grande maioria, são espécies aquáticas ou campestres, havendo poucos representantes florestais. A população local de Sporophila palustris (caboclinho-de-papo-branco) representa, aparentemente, a maior concentração da espécie em território brasileiro durante o período reprodutivo.

Pressure/threats to key biodiversity
Sobrepastoreio pelo gado bovino nas bordas dos banhados (principais áreas de alimentação de S. Palustris); florestamento com pínus (momentaneamente restrito a alguns setores) e, marginalmente, cultivo de arroz irrigado.


Recommended citation
BirdLife International (2020) Important Bird Areas factsheet: Banhado do Maçarico e Cordões Litorâneos Adjacentes. Downloaded from http://www.birdlife.org on 17/01/2020.