BR231
Estuário da Laguna dos Patos


Year of compilation: 2005

Site description
A área corresponde à orla da extremidade meridional da laguna dos Patos, aproximadamente entre a barra do canal São Gonçalo e a foz da laguna no oceano Atlântico. Compreende ambientes estuariais cuja distribuição no Brasil se restringe à costa do Rio Grande do Sul, destacando- se as marismas, pântanos salobres caracterizados por vegetação halófila (e.g. Spartina densiflora, S. alterniflora, Scirpus maritimus e S. olneyi) e profundidade influenciada pelas oscilações da maré. As rasas enseadas do estuário, regionalmente denominadas sacos, e as marismas adjacentes abrigam variada fauna eurialina, constituindo um importante local de reprodução para peixes e crustáceos estuarinos. Pântanos de água doce e manchas de floresta palustre ou psamófila (de restinga) distribuemse esparsamente na periferia do estuário.

Key biodiversity
Entre as cerca de 190 espécies de aves registradas na área destacam-se várias migratórias, tanto visitantes austrais (Phoenicopterus chilensis, Charadrius modestus, Larus atlanticus) quanto setentrionais (Pluvialis spp., Calidris spp., Tryngites subruficollis, Sterna hirundo), muitas delas congregandose em números expressivos. Larus atlanticus (gaivota- de-rabo-preto) parece ter no estuário da laguna dos Patos sua única área de invernagem regular em território brasileiro. A Ilha da Torotama acolhe regularmente a maior concentração de Tryngites subruficollis (maçarico-acanelado) no Brasil, embora o número total de indivíduos seja inferior ao registrado em outras áreas do Rio Grande do Sul. Em anos de estiagem, Cynus melancohyphus (cisnede- pescoço-preto) refugiase em grande número nas enseadas do estuário; as concentrações registradas em determinados anos provavelmente correspondem a grande parte.

Pressure/threats to key biodiversity
A expansão de áreas urbanas e do distrito industrial da cidade portuária de Rio Grande atualmente está se processando em direção às marismas onde Porzana spiloptera (sanã-cinza) tem sido registrada; vários trechos de marismas no entorno do saco da Mangueira, junto a Rio Grande, já foram descaracterizados ou completamente destruídos. O pisoteio pelo gado e as queimadas freqüentes têm levado à alteração da cobertura vegetal de amplas áreas desses ambientes salobres singulares.


Recommended citation
BirdLife International (2020) Important Bird Areas factsheet: Estuário da Laguna dos Patos. Downloaded from http://www.birdlife.org on 11/07/2020.