BR093
Parque Estadual do Morro do Chapéu


Site description (2005 baseline):

Site location and context
O Morro do Chapéu está situado sobre um apêndice destacado da Chapada Diamantina, que diverge do maciço principal a nordeste da Serra do Sincorá. A região possui uma mistura de solos arenosos e pedregosos e recebe uma quantidade de chuvas (cerca de 750 mm/ano) inferior à que cai na chapada adjacente. A vegetação sobre as escarpas montanhosas compreende caatinga, matagais arbustivos e matas secas, que dão lugar a cerrados nas áreas de platô e a campos rupestres nos topos rochosos das partes mais elevadas do maciço.

Key biodiversity
No Morro do Chapéu ocorrem espécies de aves que não são encontradas em outros setores da Chapada Diamantina, como o ameaçado Herpsilochmus pectoralis (chorozinho-de-papo-preto), habitante de matas secas, e os quase ameaçados Rhea americana (ema) e Gyalophylax hellmayri (joão-xique-xique), este último endêmico da Caatinga. Como reflexo da diversidade de ambientes, a avifauna da área é composta por uma mistura de ele mentos de cerrado, caatinga e campos rupestres. O quase ameaçado Embernagra longicauda (rabo-mole-da-serra), típico de ambientes rupestres de altitude, foi coletado no Morro do Chapéu em 19282 e ainda pode estar presente na área, haja vista os registros recentes na vizinha Serra do Sincorá.

Pressure/threats to key biodiversity
Na prática, o Parque Estadual do Morro do Chapéu ainda não está implantado e sua situação fundiária não foi regularizada. O corte de lenha para produção de carvão está destruindo rapidamente as matas na parte sul do município de Morro do Chapéu. A invasão pelo gado e as queimadas representam problemas adicionais.


Recommended citation
BirdLife International (2024) Important Bird Area factsheet: Parque Estadual do Morro do Chapéu. Downloaded from https://datazone.birdlife.org/site/factsheet/parque-estadual-do-morro-do-chapéu-iba-brazil on 28/02/2024.